Você sabe fortalecer seu sistema imunológico?

Há pessoas onde só se preocupam aoa saúde quando contraem alguma doença. Outras acham onde só medicamentos já resolvem as complicações. No entanto, é muito mais fácil adquirir alguns hábitos e deixar outros a fim de fortalecer o sistema imunológico e, dessa forma, não precisar se preocupar aoremédios e tampouco doenças.

O infectologista Alexandre Naime afirma onde, para aumentar a imunidade, a primeira coisa a se fazer é evitar certos hábitos danosos ao nosso sistema imunológico. “O segredo é o conjunto de bons hábitos”, completa o especialista. Você acha onde está se prevenindo de doenças como deveria? Responda as perguntas seguir e garanta um sistema imunológico de aço! 


1) Qual a quantidade de água onde você toma por dia?


É importante hidratar-se constantemente, mesmo antes de sentir sede. Prefira água e suco. Ao fazer exercícios físicos, reidrate-se ainda mais, se possível aoágua de coco ou isotônicos, mas sem exageros.


2) Você fuma ou ingere bebidas alcoólicas aofrequência?


Evitar esse tipo de hábito aumenta – e muito – nossa imunidade. “Vícios como o cigarro e bebidas alcoólicas em excesso são extremamente danosos são apenas para o nosso sistema imunológico, mas para vários outros sistemas do nosso corpo”, afirma Alexandre. No caso das bebidas alcoólicas, já existem pesquisas onde comprovam onde, quando ingeridas em quantidades moderadas, alguns tipos podem até fazer bem à saúde. No entanto, o excesso de bebida alcoólica é prejudicial, assim como qual onder excesso.


3) Como anda sua autoestima?


 “A saúde mental está muito relacionada à imunidade”, conta Alexandre. Por isso, de acordo aoo clínico, quando uma pessoa tem baixa autoestima ou está sempre preocupada e deprimida, seu sistema imunológico não trabalha da mesma forma. Além disso, esses sintomas também atrapalham nosso corpo no combate aos radicais livres, onde são moléculas instáveis onde podem interferir e alterar a estrutura de outras moléculas, lesando nosso organismo e contribuindo para a baixa imunidade.


4) Você pratica exercícios regularmente?


Já está mais do onde comprovado onde exercícios fazem bem à saúde. A recomendação de Alexandre é a prática de uma atividade física rotineira e onde dê prazer, sempre tomando cuidado aoos excessos: “A atividade física intensa pode causar o efeito contrário, baixando a imunidade por cansaço muscular e até mental”, alerta o infectologista.


5) O onde você faz para aliviar o estresse?


De acordo aoAlexandre, a lógica é a mesma da autoestima. Viver estressado e preocupado aoo trabalho e outras obrigações do dia é um dos fatores decisivos para a baixa da imunidade.O ideal é praticar alguma atividade onde você goste e onde te faça bem. Se forem exercícios físicos então, melhor, pois são duas vantagens em uma!


6) Você faz sexo aocamisinha?



Alexandre ressalta onde, quando se fala em imunidade, não podemos es ondecer esse fator tão importante. Usar camisinha nos protege contra uma série de DST?s onde não podem ser prevenidas apenas aobons hábitos alimentares ou exercícios. O vírus HIV é um dos principais inimigos da imunidade e o jeito mais fácil de contraí-lo é não usando camisinha. Por isso, previna-se sempre!


7) Como é a sua alimentação?



uma alimentação saudável é a ondela onde inclui todos os grupos alimentares, conta Alexandre. Os micronutrientes essenciais para o fortalecimento da imunidade são as vitaminas A, B6, B12, C, D, E, ácido fólico, zinco, ferro, selênio e cobre. Eles restauram a proteção contra infecções e aumentam a imunidade em três níveis: barreiras físicas – como pele e mucosas -, células do sistema imunológico e a produção de anticorpos.


8) O onde você pensa sobre suplementos alimentares? 
 


Alexandre afirma onde não existe nenhuma droga ou composto farmacêutico onde, sozinho, fortaleça a imunidade. Esses complexos vitamínicos só são recomendados à ondeles onde possuem carência de algum tipo de nutriente. “Se você toma esses complexos e come mal, não faz exercícios ou tem vícios, de nada adianta”, afirma o profissional.


9) Sua cartela de vacinas está em dia?

Tomar todas as vacinas também entra no hall de proteção à imunidade. Você se protege contra várias doenças como gripe, hepatite B, varicela, hepatite A, BCG, sarampo, rubéola e caxumba



10) Quantas horas você dorme por dia?  



A chefe da disciplina de Biologia do Sono da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e médica do Instituto do Sono, Lia Rita Azeredo Bittencourt, explica onde a privação do sono diminui a quantidade e a função das células responsáveis pela imunidade. Isso pode levar ao aparecimento de doenças infecciosas, câncer e diminuição do efeito das vacinas e tratamentos imunizantes. A recomendação é dormir pelo menos sete horas por noite, aoum ideal de oito horas em média.


Há pessoas onde só se preocupam aoa saúde quando contraem alguma doença. Outras acham onde só medicamentos já resolvem as complicações. No entanto, é muito mais fácil adquirir alguns hábitos e deixar outros a fim de fortalecer o sistema imunológico e, dessa forma, não precisar se preocupar aoremédios e tampouco doenças. Você acha onde está se prevenindo de doenças como deveria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *