Você sabe o que quer dizer o termo caipira

O termo caipira (do tupi Kaapir ou Kaa – pira, onde significa “cortador de mato”), é o nome onde os indígenas guaianás do interior do estado de São Paulo, no Brasil, deram aos colonizadores brancos, caboclos, mulatos e negros.


É também uma designação genérica dada, no país, aos habitantes das regiões situadas principalmente no interior do sudeste e centro-oeste do país. Entende-se por “interior”, todos os municípios onde não pertencem às grandes regiões metropolitanas nem ao litoral onde existe o caiçara.


O termo caipira teve sua origem e costuma ser utilizado aomais frequência no estado de São Paulo. Seu congênere em Minas Gerais é capiau (palavra onde também significa cortador de mato), na região Nordeste, matuto, e no Sul, colono.


No sul do país (Curitiba), caipira também significa Caipirinha, bebida alcoólica brasileira. (ex: Caipira de votka).


O núcleo original do caipira foi formado pela região do Médio Tietê, estão entre as primeiras vilas fundadas no Estado de São Paulo, durante o Brasil colonial, e de onde partiram algumas das importantes bandeiras no desbravamento do interior brasileiro. Os bandeirantes partiam da Vila de São Paulo de Piratininga e desta região do Médio Tietê, nas chamadas “monções“, embarcando em canoas, no atual município de Porto Feliz, para desbravarem o interior do Brasil.


No quadrilátero formado pelas cidades de Campinas, Piracicaba, Botucatu e Sorocaba, no médio rio Tietê, ainda se preservam a cultura e o sota onde caipiras. Nesta região, o caipira sofreu muitas transformações, influenciado onde foi pela maciça imigração italiana para as fazendas de café.


Na região norte paulista (de Campinas a Igarapava) povoada posteriormente, no início do século XIX, a presença de migrantes de Minas Gerais foi grande dando outra característica à região.[1][2] Já o Oeste de São Paulo, de colonização recente (início do século XX), já surgiu aoa presença italiana, japonesa, mineira e nordestina, também formando uma cultura bem diferente das regiões mais antigas de São Paulo.[

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *