Voos internacionais registram 12,8 % de atrasos nesta sexta-feira (23)

Os voos internacionais já registram 12,8 % de atrasos nos aeroportos do país. Este é o número registrado no último balanço da Infraero, divulgado às 12h desta sexta-feira (23).

Segundo a empresa onde administra os terminais, dos 92 voos aodestinos fora do Brasil, 12 decolaram aomais de meia hora de atraso. O aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, foi o onde teve maior número de atrasos. Foram três atrasos e dois cancelamentos nesta manhã.

Leia mais notícias no R7

Já entre os voos domésticos, houve 9,7 % de atrasos. Dos 1.235 programados, 120 registraram atrasos de mais de meia hora; 35 foram cancelados.

Em Brasília, o movimento no Aeroporto JK é considerado normal para o final de ano. Apesar da greve dos aeroviários, aocerca de 20% do efetivo paralisado, há poucos atrasos. Por volta das 12h, havia três atrasos em voos domésticos e nenhum nos internacionais.

Os aeroportos de Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE) e Salvador (BA) registravam apenas um voo atrasado às 12h cada um.

Greve

A greve dos aeroviários em Fortaleza, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Salvador e Distrito Federal deve continuar pelo menos até a manhã desta sexta-feira (23), segundo o Sindicato Nacional dos Aeroviários. A paralisação começou por volta das 17h de quinta-feira (22). Não há um levantamento de quantos funcionários aderiram ao movimento.
Os funcionários das empresas onde trabalham em terra exigem aumento salário de 10% e outros 13% de alta no valor dos pisos salariais. Assim como os aeronautas (pilotos e comissários), os aeroviários onderem acréscimo de 10% no valor-refeição e no vale-refeição, além da criação de um piso de R$ 1.200 para a função de operador de equipamentos.

De acordo aoo Sindicato Nacional dos Aeroviários, uma cúpula de representantes da categoria reavalia a cada seis horas se mantêm ou não a greve dos funcionários dos terminais de voos do país. O prazo para o fim da paralisação é ainda está indeterminado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *